Qual o papel da radioterapia no tratamento do cancro da mama?


 

A radioterapia, recorre à utilização de radiações para eliminar as células tumorais.

radioterapia
A radioterapia pode ser utilizada em diferentes situações.

Depois de uma cirurgia conservadora da mama, faz-se sempre radioterapia; por vezes, dependendo da dimensão do tumor e de outros factores (numero de gânglios com células do tumor na axila), a radioterapia também pode ser feita depois da mastectomia. Adicionalmente, a radioterapia pode ser feita antes da cirurgia, para tentar diminuir o tamanho do tumor, ou seja, em contexto "neo-adjuvante".

Para tratar o cancro da mama, os médicos usam dois tipos de radioterapia:

 

Radiação externa: neste caso, a radiação provém de uma máquina e a administração é sempre feita num hospital ou clínica. Regra geral, os tratamentos são realizados durante 5 dias por semana, durante várias semanas.


Radiação interna (radiação por implante ou braquiterapia): a radiação provém de material radioactivo contido em finos tubos de plástico, colocados directamente na mama, e aí permanecem durante vários dias. Para fazer este tipo de radiação, a doente fica no hospital. Os implantes são retirados antes de ter "alta" e ir para casa.

 

Algumas mulheres com cancro da mama fazem os dois tipos de radioterapia.

 

 

Quais os principais efeitos secundários da radioterapia?

 

Durante a radioterapia, poderá sentir cansaço, essencialmente à medida que o tratamento avança. Esta sensação pode, ainda, continuar durante algum tempo depois do tratamento ter terminado.

É importante descansar; no entanto, deverá manter a actividade, dentro do possível.

Na zona tratada ou irradiada, a pele poderá tornar-se vermelha, seca, sensível e é normal sentir alguma comichão. Estes problemas desaparecerão com o tempo.


É necessário ter atenção com a roupa interior: os soutiens e outro tipo de roupa interior, podem roçar na pele e causar irritação; neste período, deverá usar roupa folgada e de algodão.

Também é importante a utilização de produtos suaves na pele; como tal, deve perguntar ao médico quais os produtos mais adequados, antes de usar quaisquer desodorizantes, loções ou cremes, na área tratada.

Os efeitos da radioterapia, na pele, são temporários, e a zona irá sarar, gradualmente, assim que termine o tratamento. No entanto, a cor da pele poderá ficar alterada.

Todos os conselhos necessários ser-lhe-ão dados pelo seu radioterapeuta antes de iniciar os tratamentos.

 

 

Perguntas que pode fazer ao seu médico sobre... a radioterapia

1

Porque é que preciso de fazer este tratamento?
2 Quais são os benefícios, riscos e efeitos secundários deste tratamento? Irá afectar a minha pele?
3 Poderá haver efeitos a longo prazo?
4 Quando será iniciado o tratamento? Como iremos saber se o tratamento está a ser eficaz? Quando termina o tratamento?
5 Como irei sentir-me durante o tratamento? Vou conseguir deslocar-me pelos meus próprios meios para o tratamento?
6 Que cuidados deverei ter antes, durante e após a radioterapia?
7 Posso continuar com as minhas actividades normais?
8 Como será o aspecto da minha mama depois da radioterapia?
9 Qual é a possibilidade de voltar a ter cancro na mesma mama?
10 Com que frequência terei que fazer exames?

versão para impressão:Sobre a radioterapia[98 kb]

 

^ topo